9/25/2008

Mais uma quinta-feira musical para animar a tímida primavera

Jornal do Estado

Gruvox é a banda de hoje no Teatro Universitário de Curitiba

Adriane Perin

Flávio Jacobsen (vocal e guitarra), Walmor Góes (guitarra e voz), Carlos Alberto Lins (baixo e voz) e Rodrigo Genaro (bateria e voz) formam a Gruvox, banda curitibana que toca hoje no Teatro Universitário de Curitiba (TUC).

A trupe vai mostrar o repertório de seu mais novo disco, Tudo que se Pode a Zero Grau, gravado produzido por Marcus Gusso, Rodrigo Genaro e Fernando Tupan, dentro do projeto do Estúdio Discos Voadores, que teve apoio do Fundo Municipal de Cultura para gravar 11 grupos curitibanos, que agora mostram o resultado em apresentações a cada 15 dias.

Os músicos que fazem parte da Gruvox, projeto nascido da disposição e persistência do, também (bom) escritor, Flávio Jacobsen, são todos fera, com experiência adquirida ao longo das três últimas décadas. Os mais novos - mas que já estão na estrada desde os anos 80 - são Jacobsen e Rodrigo, que também toca no Maxixe Machine e fez parte da Acrilírico, lá naquela primeira safra do 92 Graus. Na verdade, é um grupo de amigos que no palco promove um encontro de gerações. Jacobsen, várias vezes, não escondeu a admiração que tem pelos dois mais “velhinhos” do grupo, Walmor e Carlos Alberto, que na banda Opinião Pública, foram inspiração para o então garoto assumir a música.

Avessa a rótulos, a banda produz com independência, musicando muitas das poesias de Jacobsen. Tudo que se Pode a Zero Grau é o terceiro disco do grupo e o show de lançamento acontece depois de um ano e meio sem se apresentar na cidade.
Era Só — Lá na República Argentina, um pouco mais tarde, o som vai ferver com a Real Coletivo Dub, acompanhada do tecladista Bactéria, da recifense Mundo Livre S/A. O repertório da Real será basicamente em cima de algumas músicas já conhecidas do Cd de estréia, homônimo, como “Lave a Alma” e “Fronteiras”. Além de Bactéria, a noite terá a participação do carioca BNegão, que tem vindo com frequência para Curitiba, aliás.
O repertório, portanto, contará com músicas também de Tim Maia, Planet Hemp e Mundo Livre S/A, com direito a improvisos

Serviço
O que: Real Coletivo Dub, com Bactéria e BNegão.
Quanto: Ingressos: 200 primeiros: R$ 10 : 2 º lote: R$ 15.
Quando: Dia 25 às 22h.
Onde: Era Só O Que Faltava (Av. República Argentina, 1334). Informações: (41) 3342-0826
O que: Gruvox.
Quando: Dia 25, às 19h30. Quanto: R$3.
Onde: Teatro Universitário de Curitiba (Galeria Júlio Moreira).

5 comentários:

rkjazz disse...

foi massa o show! bom rever as velhas mandando brasa. bom espaço tb. me pareceu que o som poderia estar mais redondinho por conta do técnico. e a voz vem de trás mesmo? que coisa. abs.

Ivan disse...

massa. eu queria ir mas com as eleições, to saindo tarde do jornal, e lá começa cedo. o lugar tá bacana e o som vai ce acertando. abs

Flávio disse...

senti falta de vocês... :(

Ivan disse...

pois é Flávio. o foda é que em época de campanha fica difícil pra mim sair a tempo do jornal. mas na próxima estaremos lá! abs

igor disse...

aí ivan, mercury rev novo.

http://89.202.214.7/%7B6ffab433-1c7d-4a4a-a9cc-472ebc88c47e%7D/%7B1c9b3160-6352-4604-813b-3847f1b15db0%7D/Strange_Attractor.zip?ext=.zip

vamo ve se é quente memo! abraço