6/30/2011

Humanish segundo Celso Barbieri



Antonio Celso Barbieri
www.celsobarbieri.co.uk/

Depois de ouvir este álbum fantástico, todos os dias, dezenas e dezenas de vezes, acho minha obrigação indicá-lo ardorosamente para todos que querem ouvir boa música. Já fazia muito tempo que não ouvia tanta competência junta num álbum só. O produtor Carlos Trilha foi muito humilde quando colocou toda a responsabilidade pela qualidade deste álbum recém lançado, somente nos músicos do Humanish (Siga Barbieri e leia "íumanish").

Esta produção é uma produção nota 10. Coisa de primeiro mundo! A banda claramente tomou riscos com o som da bateria e teclados. O uso da compressão trazendo o som da banda na cara, pra frente, nos dá aquele sentimento de urgência típica de bandas de rock ao vivo.

O som é preciso e econômico, direto no ponto sem indecisões, preciso como um relógio. No geral a banda tem uma sonoridade bem atual que beira as novas bandas e tendências inglesas mas, longe de parecer cópia, o som vem com aquela assinatura bem brasileira no rodapé de todas as faixas. Juro, estou orgulhoso de estar ouvindo material tão bom vindo do Brasil!!!

Definitivamente esta não é uma banda Pop Rock e sim ROCK Pop. Aliás, fiquei com a sensação de que a música que esta banda faz deveria ser o MPB brasileiro atual. Um MPB longe da rançozidade desta elite MPB ultrapassada, uma máfia prepotente e convencida que vive coligada com certas emissoras de TV impondo esta cultura musical retrógrada de um lado (geralmente trilha de novela) e, um lixo descartável modelo axé do outro lado.

Bandas do nível de um Humanish deveriam estar bombardeando nossas rádios sem parar, dia e noite. Cadê as SONYs e EMIs brasileiras? Cacete! Vocês estão dormindo?

6/27/2011

Humanish pra download

Foi muito bacana o show de lançamento do disco Humanish, o primeiro da banda homônima. Sabadão com Teatro Paiol lotado e Carlos Trilhhttp://www.blogger.com/img/blank.gifa mandando ver no teclado. Em breve, os rapazes devem disponibilizar imagens desse show. Já tem algumas lá no facebook (facebook.com/humanish)

Hoje, alguns sites e blogs, entre os quais o De Inverno, estão disponibilizando o link para baixar o disco - que também já está no site da banda.
Aqui, baixe agora ou pelo link abaixo:

http://www.megaupload.com/?d=1Q4QTH2R

ou pelo site

HUMANISH

6/24/2011

Humanish: Algum dia na memória



Amanhã, dia 25 de junho de 2011, às 20h a banda Humanish experimenta o palco do Teatro Paiol, no lançamento de seu primeiro disco. FAbiano Ferronato, Igor Ribeiro, Allan Yokohama e Luciano Marano terão convidados no palco, entre os quais, ninguém menos que Carlos Trilha, o produtor do disco que vem à cidade para prestigiar o trabalho que considerou tão bom, a ponto de topar fazer a produção musical.

Os músicos da HUmanish já têm uma história bem bacana e conhecida, construída ao longo da última década (e antes ainda!!!) e que lhes rende um merecido reconhecimento, não só pela competência, mas pelo talento nato de todos eles. Cada uma a seu jeito, contribuindo para que a música brasileira siga firme e forte. Agora, com o disco na mão, eles começam uma nova etapa e desejo que ela traga muita satisfação e muitas alegrias - porque será merecido.

Neste instante, os rapazes já devem estar no Paiol começando a organizar tudo pra amanhã. As notícias estão rolando e basta ficar ligado nas redes sociais para ficar por dentro de tudo.

Na segunda-feira, tem uma outra surpresinha via rede mundial de computadores. POr agora, é segurar a ansiedade e esperar pelo show de amanhã.

Enquanto isso, aqui vai mais uma performance desse quarteto, registrada por mim no Peppers. Bom som e bom show!

6/22/2011

Acervo De Inverno - Hamilton de Lócco - Compilação (1990-2000)

Hamilton de Lócco
Compilação
1990-2000

MEDIAFIRE

1. O cego (Única Coisa)
2. O grito (Folha Seca)
3. Descompasso (Delírio Família)
4. Disco Riscado (OAEOZ)
5. Charlie Parker last nigth (Acrilírico)
6. Triste Aparecida (Folha Seca)
7. Fuga da Noite (Folha Seca)
8. Única Coisa (Única Coisa)
9. Morri outra vez (Única Coisa)
10. Choro Leve (Delírio Família)
11. Sem revide (Única Coisa)
12. Ausência (Única Coisa)
13. Dia de Sol (Única Coisa)
14. I died again (Única Coisa)

Aproveito a folga pré-feriado (trabalho amanhã e sexta) pra fazer algo que há tempos venho ensaiando, mas não consegui fazer por falta de tempo, ânimo, etc. Disponibilizar a discografia da De Inverno pra baixar, no blog, com mp3 de 192 kbps. Começando do começo, nosso primeiro lançamento "oficial", Hamilton de Lócco - Compilação 1990-2000, uma coletânea de gravações de várias origens de músicas do Camarão. Tem desde várias faixas do ótimo projeto Única Coisa, do Marcelo Borges, Amarildo Anzolin e o Lucio Machado e mais uma galera que orbitava em torno da turma do Peixe Cachorro. Tem o efêmero projeto Delírio Família. Tem OAEOZ com Disco Riscado. Tem músicas do bem produzido e único registro oficial em disco do Folha Seca. Tem Charlie Parker last nigth, raro registro do seminal Acrilírico, um furioso punk psicobilly atonal, barulhento e divertido.
Lembro que a gente lançou esse disco com um pocket show no antigo Espaço Cultural Brasil Telecom. Tocamos eu e o Zóio acompanhando o Camarão. Coisa fina.
Enfim, vale a pena baixar, ouvir, conhecer. Aproveitem.

6/21/2011

Bons pra cachorro


Meu inesquecível amigo Dogui: ele não foi um cachorro abandonado e deixou uma saudade tão gigante que sempre bate!

Pronto, tava aqui pensando sobre o que conversar no blog e aí recebi este email do Lucio: um show em prol dos melhores e imprescindíveis amigos do homem, da mulher e de todo mundo que tem um pingo de amor pela existência. Claro que eu estou falando dos cães (embora os gatos não fiquem atrás em termos de amizade, fui pela sabedoria mais popular, dessa vez!). A banda Klezmorim faz um show para arrecadar fundos para a reforma de um abrigo para cães abandonados.
Bom, quem acompanha um pouco o nosso blog e meus comentários nas redes, talvez já saiba que tenho um abrigo involuntário desses na família, por conta do grande coração da minha mãe Lu, que tanto recolheu os bichinhos que largaram na porta de casa que hoje a casa dos meus pais é mais do gatos que da humana que ainda mora lá.

Como dia 25 é o show de lançamento da Humanish (banda com a qual trabalho) estarei no Teatro Paiol, mas faço uma parte. Abaixo, o email recebido do Lúcio.

Pra ilustrar, vou usar uma foto pra matar a saudade, de um dos meus melhores amigos, que teve a sorte de não ter sido um cachorro abandonado. Pra ter uma ideia de como ficam eles quando são amados.


Klezmorim é bom p cachorro! 25 de Junho


Show do klezmorim em prol do melhor amigo do homem - a renda da festa será revertida para a reforma de um abrigo para cães abandonados!

Atrações *Klezmorim + TripCirco + intervençãoo do artista Carlos Trincheiras + gravação do primeiro clipe da banda*

Ingressos a R$ 20,00 na hora, na lista amiga amiga é só R$ 10,00. Mandem seus nomes para klezmorimcuritiba@gmail.com
21h
Barbaram - Sociedade Ucraniana de Curitiba
Alameda Augusto Stellfeld, 795 - Centro. 3322-2912

Abaixo, assista aos vídeo de divulgação!

http://www.youtube.com/watch?v=rozXGJAtaGc

http://www.youtube.com/watch?v=NpAI2bMMiIg&feature=related


Você não sabe o que é música Klezmer? Aí vão algumas dicas:

http://www.youtube.com/watch?v=1bQmT1EM0Eg&feature=player_embedded

http://www.youtube.com/watch?v=WDF7yO2Q2HE&feature=related

Humanish plays Morphine - Buena


Lembrando, no sábado, dia 25 de junho, tem o lançamento do primeiro disco do Humanish, no Teatro Paiol. Acima, mais um video da apresentação deles no Peppers, no último dia 30 de abril, desta vez, interpretando Morphine. Nos vemos lá!

6/08/2011

Humanish - Eu acredito em você (com participação de Linari)



No próximo dia 25 de junho, sábado, nossos amigos do Humanish fazem o lançamento do seu primeiro disco. Pra esquentar os motores, posto aqui um video da apresentação deles no Peppers, no último dia 30 de abril, que tem nos vocais a participação do Linari do La Carne. Cheers!

6/07/2011

não me pergunte porque

Todo mundo tem seus dias esquisitos. Também tenho os meus. Hoje, o dia acordou com um convite nas mãos:vamos passar o dia aqui, ouvindo a chuva que cai no telhado, em alguns lugares, como pequenos estrondos. E ficar de olho pela janela bem fechada, só vendo o vendaval embalando (maltratando, também) as árvores, escondida aqui no aconchego das minhas gatas enrodilhadas. É, não acordei muito diposta a conversar com o mundo. De madrugada, quando fui dormir, pensei ter ouvido a chuva chegando em seus primeiros movimentos calmos. Virei de lado e já não ouvia mais aquele toque suave da água que encontra algopara segura-la - e que faz dormir tão bem. Adormeci logo mesmo assim. Acordei e o barulho, agora sim, era bem forte e entregava logo que não havia uma nisga de azul no céu.
Pois então, eu gosto de dias assim. Não me pergunte porque, nem eu sei. Só sei o que sinto. E nesses dias sinto-me mais calma. A chuva me acalma - e mesmo com os ventos de iansã que tanto me assustam. Vai entender as mulheres!!!
Levantei e passei o dia entre chás, as letras e a tela dos computadores. Telefones, msn e conversas de trabalho (é, até pensei em largar tudo por um livro, mas não dava, muito a fazer). E uma conversa iluminada, com uma amiga inspirada.
E foi assim que esse dia passou com o vento sempre deixando claro, lá fora, que ia continuar empurrando, bravo, essa chuva serena, e gelada - que agora, a noite,já está de volta. E quando eu achei que todo o dia já tinha se dado a mim, eis que eu mesma me surpreendo com um texto antigo - que ao invés de me tirar da frente do computador, me faz sentar novamente, decidida, enfim, a escrever...
Mesmo vendo o que o dia provocou na cidade, e com notícias de frio que muita gente aqui não gosta, me preparo para sair. Não, hoje não vai ser a capoeira que vai me fazer atravessar a cidade, a noite, com a chuva e o frio que fazem as pessoas voltar pra casa. Faço o caminho inverso. "Contra corrente, sempre, Baby". Vou encarar um ônibus, de toca, sombrinha colorida, casacão e ouvindo música, por uma nova ideia, que nem sei se vai dar certo... mas a gente nunca sabe, no final das contas. Eu sou assim, teimosa! (adriperin)

6/02/2011

1ª Noite De Inverno - nova mix vídeos





Nosso brother Luigi Castel fez uma nova mix de dois vídeos da primeira Noite De Inverno, que aconteceu em fevereiro, no Wonka. Ele mixou os áudios da mesa e da câmera, e masterizou. Ficou muito legal.