10/17/2007

O que alguns dizem é isso

Foto: Geisa Müeller





fotos: Gabriela F.






"Claro, seria ótimo se mais pessoas compartilhassem daquele momento, se a casa estivesse cheia, se a emoção de “Dias Tortos” pudessem pousar em corações que nunca a ouviram. Mas o tempo já está me deixando entender que as pessoas não querem essa emoção que dói ao ser exposta, preferem aquela que podem expressar com duas palavras fala direto às suas terminações nervosas, não às emocionais. Que uma banda que faz uma canção sobre sua própria amizade e persistência (“Canção para OAEOZ”), sobre a importância que a música tem para eles, uma banda assim não interessa. Uma banda que faz música para ser ouvida, não para ser pano de fundo de escritórios tediosos, cafés-da-manhã de hotel ou mesmo PCs de quem acumula arquivos mas descarta a música, de quem busca paixões mas não consegue cultivar amores e lidar com frustrações. Porque é disso que se trata OAEOZ, e foi isso que tivemos, todos nós, aquela noite."

Leo Vinhas

como diria o Linari, sem palavrs

vai lá e leia a íntegra

3 comentários:

Carlos La Carne disse...

Parabéns pra vcs OAEOZ's. Lamento não poder ter estado aí, mas daqui mandamos muitos sons e pulsações. Saudades de vcs aí irmãos!

ramiro disse...

VIDA LONGA AO OAEOZ!!!!
Era pra eu estar aqui, estou processando a GOL linhas aéreas e todos os responsáveis por esta baderna generalizada no caos aéreo brasileiro...abssssssssssssss

Ivan disse...

ahahaha. é isso aí André. indenização por perdas e danos irreparáveis. abrs