6/25/2007

Porque as tardes são frias e as noites já não nos acolhem com a mesma desenvoltura. Porque adultos, nos tornamos todos muito tristes porque passamos a ter consciência demais. Porque adultos, ficamos cada vez mais sozinhos e assustadoramente sábios. E senti uma imensa saudade do tempo que apenas sabia que ao chegar em casa, minha mãe estaria fazendo bolinhos de chuva pro café da tarde e sobre a mesa haveria um pote de Manteiga Saúde.

Mário Bortolotto, em mais um texto indispensável, no Atirenodramaturgo

4 comentários:

adri disse...

eu tenho um problema muito sério com os textos do mário bortolotto, especialmente os do blog. eu não consigo falar nada depois de lê-los, são sempre tão assustadoramente certeiros, de uma franqueza que me emudece...até fico com vontade de dizer algo, mas tudo parece tão sem importância, tão sem necessidade que se diga qualquer outra coisa...

Ivan disse...

Marião é foda. essa dos bolinhos de chuva deu até pra sentir o cheiro. também nem sei o que dizer, mas digo mesmo assim.

rkjazz disse...

eu digo que meu irmão é o cara. nada melhor que conversar com ele, o Kim, Pierre, Picanha, Deus, Bactéria, Negão, Batata, o Marcelão Montenegro(que é o cara mais cool que eu conheci), madrugada a dentro na praça... nada melhor.

Leo Vinhas disse...

Tem hora que é mau humor demais pruma pessoa só. Mas tem horas que é poético, desconcertantemente poético. Essas horas, felizmente, são as mais frequëntes.