4/17/2007

A vida é doce


- E como dizia um amigo meu, "as coisas acontecem". Neste final de semana é a vez da invasão curitibana na terra da garoa. Terminal Guadalupe e Folhetim Urbano tocam no sábado, no Juke Joint, em São Paulo, tendo como anfitriões os grandes brothers do La Carne. Certamente será uma grande festa. Queria poder estar lá, mas não vai dar. Daqui, estaremos torcendo para que tudo corra bem. Façam um brinde pela gente lá e mandem um abraço praqueles meliantes de Osasco.



- Falando nisso, também já tá na rede o clip do Terminal.

- E na quinta-feira, 19, enquanto os aborrescente gotiquinhos estiverem choramingando na pedreira, e os tiozinhos, cantando Love Hurts, o Charme Chulo estará fazendo história, lançando seu primeiro disco, no Jokers. Já ouvi o disco e posso dizer que gostei muito. A produção capitaneada pelo grande Xuxu, da Pipodélica (SC) realçou as qualidades do trabalho dos caras, que por si só já era de alto nível. Belas canções, arranjos criativos, simplicidade e bom gosto, letras muito acima da média, que brincam com a fronteira entre aquilo que é "cool" e o "cafona". Com o perdão do clichê, imperdível.Eu queria colocar o flyer aqui, mas os caras me mandaram um negócio maluco. Qualquer coisa, vai lá no site deles ou se vira.


- E na sexta, mais um evento da Ruído Corporation, em parceria com o Só Para Losers,no Korova.Definitivamente, os caras são imparáveis.

- Gostei bastante do acústico do Lobão. Confesso que estava receoso, diante do histórico recente bunda mole desse programa/formato. Mas o Big Wolf não se deixou levar por isso, e privilegiou músicas dos discos mais recentes, que na minha opinião, estão entre os melhores trabalhos dele, mas que muito pouca gente ouviu. Pra mim são justamente essas músicas, como El Desdichado, Vou te Levar, A vida é doce, etc, são as melhores do programa/disco/dvd, sei lá.

5 comentários:

Leo Vinhas disse...

Po, eu também queria estar em Sampa. Mas não vai rolar.

Do Lobão, também me surpreendi, ficou bem bom. "Bambina", em especial, ficou ótima, tanto quanto "A Vida é Doce" (uma das melhores do Lobo). E ele deixou as bobeiras de fora. Muito bom!

rkjazz disse...

valeu a força, brother. vamos levantar um brinde sim ao casal Rock de CWB. O Charme ta na batalha. merece. ta lutando e só isso ja vale a coisa toda. não vi o acústico - que merda! gosto pra caralho do trampo do Lobão, apesar de achar que ele fala demais e enche o saco. respeito o velho lobo. será que vai ter reprise? estamos todos torcendo por todos. abraço, brother.

carlão disse...

Ah se brindaremos...tomaremos algumas papeando as novidades de todo lado. Lóve hórse, ummmmm ummmm ummmmm lóve hórse!!

IvAN disse...

O Carlão.que história é essa de "love horse"? Cê tá apaixonado por um cavalo? ahahahaha

Dary Jr. disse...

Lobão é foda. Mandou a galera ouvir o disco em vez de falar mal dele. O cara sabia que tinha feito um grande álbum, o melhor da série com a chancela da MTV Brasil. Fala demais, mas sustenta-se com talento.

São Paulo vai ser bacana. Vamos conhecer o terreno onde devemos pisar novamente em maio, quando mais três shows estão confirmados. Se o Folhetim Urbano já é boa companhia, imagine tocar com os camaradas do La Carne.

Charme Chulo é uma banda a se descobrir. Leandro Delmônico - na minha opinião, o fiel da balança - é, seguramente, um dos guitarristas mais criativos e brilhantes de sua geração. Ouvi o disco novo e gostei muito das músicas com viola. Vão se dar bem se trabalharem bastante. Boa sorte a todos.

Até breve.