6/11/2008

Nuvens e OAEOZ

Gazeta do Povo/Tudo Paraná

Acordes Locais

Luiz Claudio Oliveira – luizs@rpc.com.br

Boas idéias nem sempre fazem um bom disco. Para sustentá-las, é preciso trabalho, dedicação. A música não vive só de inspiração, mesmo que seja ela a parte fundamental de todo o processo criativo. Sozinha, não se basta. Feita esta introdução, quero falar aqui de dois discos de paranaenses que envolveram idéias criativas em um trabalho de primeira. O primeiro é Nuvens (www.nuvens.net ou www.myspace.com/osomdasnuvens). É o nome da banda e do seu primeiro disco.

Os músicos foram reunidos por Raphael Moraes, ex-integrante do grupo Poléxia, já no processo de gravação do primeiro álbum. Se a banda é nova, os componentes já têm experiência de outras formações. Além de Moraes, são Amandio Gavão (guitarra e vocal – do Dr. Smith), César Nova (piano/Hammond e sintetizadores), Luis Bouescheidt (bateria e vocal – das bandas Dave Mathews Project / Confraria Instrumental), Marcos Nascimento (baixo – das formações Gipsy Dream / The Elder) e Marcus Pereira (percussão). Com tantos cruzamentos de caminhos, as influências são muitas, mas as mais destacadas são as do pop/rock com folk music e um toque psicodélico. O instrumental é bem cuidado e tão valorizado quanto as letras que, na maioria das músicas, são um tanto angustiadas, que falam de um ser deslocado no mundo a procura de seu espaço.

Guardadas as devidas proporções e diferenças musicais, as letras lembram uma outra banda de Curitiba, que também tem trabalho novo à mostra, falo da OAEOZ (www.myspace.com/oaeoz), mais veterana, com dez anos de estrada e cinco discos. As duas mostram esse “deslocamento”, essa falta de lugar em um mundo que atropela quem pára para pensar ou sentir. Esse ser é torto, tímido, “gauche”, como definiu Drummond. Vou dar um só exemplo, mas não quero que pensem que as bandas são parecidas, apenas coincidentes em certas palavras: “O fim que chega toda manhã/ quando você fica na cama dormindo sozinho”, diz a letra de “Distância”, de OAEOZ. “Todas as noites quase morro/ Para renascer cada manhã” é o início da música “Heróis”, da banda Nuvens.

O disco Nuvens pode ser comprado na Fnac. O disco Falsas Baladas e Outras Canções de Estrada, da banda OAEOZ, que tem uma de suas músicas no filme Nossa Vida Não Cabe num Opala pode ser baixado gratuitamente pela internet, no blog do Senhor F (http://senhorf.com.br), na sessão Senhor F Virtual.

2 comentários:

André Ramiro disse...

Que beleza tudo isso...amigos, este final de semana posso passar aí? Pensei em ir de bike...hehe
absssss

Ivan disse...

então, sábado a gente tá por aí. domingo tamos no plantão do JE. abs