7/14/2006

Deserto

Tantas palavras vazias
à meia luz
tem um deserto dentro de mim
a naufragar

não é verdade que eu minto
pra te machucar
apenas interpreto
pra sobreviver

voce só me procura
quando não quer existir
e agora o tempo passa
bem devagar

o mundo não merece
minha compaixão
mas vou insistir assim mesmo
até o fim

5 comentários:

Ramiro disse...

ó xente....ficou bom isso hein??? caçiiiiiiiilda...só não sei de qual dos dois foi...?? ô, era pra ter ido aí com o carlão ontem mas dormi hiper cedo...pena...acordei 00h e nem saí de casa...abraxxx

Ivan disse...

então. é uma idéia pra uma musiquinha que eu tô fazendo aí. abraço.

Túlio disse...

só a poesia sem a música ficou foda... imagino entao quando for cercada de acordes e arranjos!
abs!

Ivan disse...

pois é Tulio. nada como uma deprê de inferno astral pra inspirar a gente. abração.

marcelo urânia disse...

eae, ivan.

muito bom o texto mesmo, cara!