10/11/2006

Um brinde ao OAEOZ

Flagrante de um dos primeiros (se não o primeiro) ensaios do OAEOZ no quartinho do meio da casa do Campina do Siqueira: notem a indumentária da figura.




exatos nove anos, o ivan, o camarão e o igor chegaram lá na casa das jabuticabas para o primeiro ensaio, nesse quartinho (aí ao lado), da casa onde o disco Dias foi gravado num super astral, com a gente cuidado pro calor não detonar o equipamento do Lúcio. Naquele 11 de outubro de 1997, provavelmente um sábado a tarde, nascia. Saia de cena (mas jamais das minhas melhores lembranças e da minha fonte de inspiração) o Dusty, embrião d’OAEOZ, que tinha o rubens k junto com o ivan e o igor. Sinto que a gente não esteja celebrando isso junto hoje, mas eu sei que tem várias pessoas que estão. Muita coisa mudou, mas eu não desisti de ver, pelo menos, mais um shows de vocês esse ano ainda.
Acordei pensando nisso. Aliás, ontem, também lembro de ter pensado nisso, antes de dormit. Eu que já vinha tendo idéias mirabolantes pra comemorar a primeira década da banda, me pego aqui lembrando que o ritmo está sendo lento demais neste 2006.
É frustrante sim, quando a gente se coloca desse jeito num projeto e ele pára, mas também é preciso pensar que é só a pausa que segue apertada.
De minha parte, eu só queria dizer que as canções dessa trupe - trio várias vezes, quarteto, quinteto - continuam no meu case, me acompanhando nas caminhadas embaixo das garoas frias de curitiba, sussurrando nos meus ouvidos doces palavras de aconchego e de ânimo em manhãs que não mereciam ter acordado; me empurrando pra outra empreitada; me dando vontade de fazer coisas, de sentir coisas, de viver coisas.
Deve ser o fim de um ciclo. Até a de inverno vai mudar de casa, vai pra sua própria casa, vai poder por parede abaixo, colorir até o telhado se quiser, plantar novas árvores... isolar paredes, impregnar novos bairros...

Foto divulgação do disco Dias, feita por Paulo Camargo, na janela do sótão da casa do campina: éramos tão jovens e tínhamos todo o tempo do mundo.


É isso que eu quero pro OAEOZ, que a gente possa conviver mais alguns anos juntos, com nossas novas descobertas, com as outras dúvidas que por certo virão, achando que achamos algumas respostas e perdendo todas as certezas logo ali adiante.
Porque quando eu ouço uma nova canção, fico num estado emocional tão forte, por vezes, devastador, mesmo, que me tira o chão, de deixa zonza, provoca um transe. E quando ouço aquelas primeiras e tortas gravações, então, na solidão do fone de ouvido indo pro trampo, andando de ônibus... é um negócio estranho, mistura tantas histórias, tantos momentos dos meus quase 36 anos, que é assustador, se dar conta da força de uma canção que é tão próxima da minha existência. É o que eles cantam e tocam. É o campo magnético, muitas vezes mágico até, que se cria – com a gente.
Acabei lembrando de tantas pessoas que passaram pela vida da banda nesse tempo, a primeira fã número 1, a Aninha (claro que eu deixei ela ser “fã n º 1” por um tempo, né). A passagem do Eduardo, as primeiras gravações, as primeiras capas de fita cassete, decidir imagem, acertar tudo (e sempre faltava alguma coisa nos créditos). Os fanzines (lembram disso?deliciosas viagens. Aliás, o melhor de todos, com o ivan contando a “nossa” história continua no boneco). Tardes e tardes inteiras em ensaios que se estendiam até a noite, desciam as escadas e se espalhavam pela casa e pelo jardim. Os cachorros novinhos; a manuela, passeando em cima dos cases de instrumentos (tem uma foto linda disso), a minha doce tatu... pra mim tudo isso é oaeoz. Se mistura com a minha vida. Os anos passaram e continua me dando vontade de fumar um cigarro e beber alguma coisa quando eu ouço uma cancã dessa banda, a mais especial de todas pra mim.
Enfim, hoje é o aniversário d’oaeoz. E eu não desisti de ver, pelo menos, mais um show de vocês, ainda este ano. Eu quero vida longa pr’OAEOZ.

adriperin

5 comentários:

zóio disse...

Oi dri, to com muita saudade da galera. Longa vida pra gente!

rkjazz disse...

bacana, dona Adri. estaremos lá para celebrar. só isso pra me tirar do meu bunker. abs.

ramiro disse...

...e o leite longa vida se arregando...hehe...ludovic catarse total, foi bom, muy bueno!!!! abraxxx

marcelo borges disse...

parabens oaeoz. e' um privile'gio fazer parte desta historia!! Vou tomar umas aqui a semana inteira pra celebrar. esta determinada a semana oaeoz em brixton. um brinde a vcs adri e ivan e aos oaeozs.

Linari disse...

Champagne pro ar!!!("póc!")