2/05/2010

De volta ao oeste

foto by yadayada

depois de muito tempo a gente finalmente saiu da toca ontem pra ir no show da banda Gentileza no James. E os caras fizeram uma apresentação impecável, com direito a casa lotadaça e galera cantando junto e dançando animadíssima em clima carnavalesco. Alias a lotação, o calor e a animação me lembraram os áureos tempos do antigo 92º.
Muito bom ver uma banda relativamente nova com esse domínio de palco e tocando um repertório próprio com a plateia nas mãos. Uma prova da vitalidade da cena local, apesar de todas as dificuldades e dos mau amados de sempre, afinal "sempre tem gente tentado puxar pra baixo", mas enquanto eles tão fazendo isso, quem realmente importa tá fazendo o que interessa: música boa, pra ser ouvida e apreciada, com alegria e despretensão, livre de discursos vazios, filosofias ocas e picuinhas politiqueiras.
Vejo alguns comparando o trabalho deles com Los Hermanos. Por mais que a comparação até possa ter algum fundo de verdade, acho ela raza e superficial. Afinal, ao contrário do que acredita a geração 00, não foram os losermanos que inventaram a fusão de rock com música brasileira, samba, etc. Isso é o mesmo que aquela história de querer comparar qualquer banda que tocasse rock brasileiro com letras reflexivas em portuguès e com violão a legião urbana, que acontece sempre. Além disso, os Gentileza tem uma ironia que é tipicamente curitibana, e que os cariocas barbudos não tem. e que pode ser encontrada também em outros grandes artistas da cidade, como os BAAF-Maxixe Machine, ou Carlos Careqa, ou mesmo no trabalho do Leminski. Um que de não se levar a sério se levando, mas sempre com uma capacidade de autocrítica que poucos tem.

enfim foi uma noite bem legal. mas confesso que apesar de ter me divertido bastante e ter valido a pena, cada vez me sinto mais anti-social, com menos saco pra certas coisas que implica "sair à noite". tipo ficar meia hora em uma fila do bar pra conseguir uma bebida, etc. nunca fui lá muito de boêmia. mesmo quando mais jovem e ainda solteiro já era do tipo que preferia reunir os amigos em casa do que frequentar bar. e com a idade, o casamento, etc, fiquei ainda mais caseiro e com menos vontade de "frequentar". e essa história de lei antifumo só piorou mais as coisas.
mas tem hora que vc tem que se obrigar a sair porque senão começa a ficar neurótico depressivo. e no final das contas depois que vc tá lá e encontra os amigos acaba valendo a pena. principalmente quando ainda tem a chance de ver um show tão bacada de uma banda na ponta dos cascos como os Gentileza.

e que venha o frio! ahaha

4 comentários:

Ronise Vilela disse...

Achei vcs!
Saudades e mandem notícias

Ronise Vilela

rkjazz disse...

ontem os caras tocaram aqui em sampa, no CCSP, onde faço a peça. deu pra ver um pouquinho do show. abs

Túlio disse...

belo show mesmo!

Ivan disse...

Bem postado, Ivan - você é um Ivan muito Ivan, segundo eu e mais alguns Ivans que eu conheço aê...