6/05/2006

Notícias do outro lado do Atlântico

Marcelo Borges está em Londres desde 2003 se dividindo entre a marcenaria e a produção de vídeos

Jornal do Estado hoje

O fotógrafo e vídeomaker Marcelo Borges completou a marca de 100 vídeos no You Tube, a maioria de bandas curitibanas

Adriane Perin

A história de brasileiros que vão tentar a vida em outros países não é nenhuma novidade. Alguns vão compelidos por afinidades estéticas e por considerarem que suas propostas artísticas terão mais abertura, além, principalmente, de mercado de trabalho. Foi essa combinação que moveu o fotógrafo e videomaker Marcelo Borges para Londres. A razão que o levou a tentar pela terceira vez - a menos aventureira, digamos assim, mas sem deixar o clima de mochila nas costas totalmente de lado – foi o fato de que em sua cidade natal era difícil manter em dia as contas mais corriqueiras. E se é para ir para outra cidade que seja um bem longe, nada de São Paulo ou Rio de Janeiro.
A jogada deu muito certo e ele passa bem, produzindo seus vídeos, trabalhando com gente que lança moda na música pop. Seu mais mais recente aliado para dar vazão as criações é o site You Tube, que permite a disponibilização de produções audiovisuais na rede mundial de computadores.
Na semana passada Borges atingiu a marca de 100 vídeos, vistos por mais de seis mil pessoas. Além de clipes de várias bandas brasileiras, tem as propostas mais conceituais de Borges, algumas inéditas outras já conhecidas como o Única Coisa. Aos poucos sua intenção é colocar no site tudo o que produziu.
Entre os clipes já disponíveis estão os da paulista Hurtmold, os da carioca Casino, além de vários de grupos curitibanos de diferentes épocas: Trio Quintina, Zeitgeist, Cores d Flores, OAEOZ, Poléxia, Charme Chulo, Ruído MM, Svetlana, Sofia, Eletric Haven, aaaaaamalencarada, Plêiade, Magnéticoss. Entre os inéditos estão os clipes que são trechos do DVD Rock de Inverno 5, com a performance de bandas como a inglesa Transcargo, na quinta edição do festival curitibano, cujo material completo está previsto para o segundo semestre.
Em Curitiba, Borges também foi dono de bar, dos históricos Poeta Maldito e The Hole e tem em seu acervo imagens, em vídeo e fotografias, do nascimento da cena curitibana de música que se formou em torno do 92 Graus, no começo dos anos 90. São mais 1, 5 mil negativos e acima de 150 horas de imagens em vhs – preciosidade que aguarda atenção para não perder o registro desse pedaço da história da música curitibana contemporânea.
Marcelo Borges está num momento muito interessante e produtivo em Londres. Se das outras vezes entrou driblando as autoridades britânicas e conheceu de perto as artimanhas que permitem a sobrevivência num ambiente underground de verdade, desta vez ele está com tudo nos conformes da lei. De quebra, faz viagens que são valiosas experiências de vida, como a de bicicleta pelo Reino Unido, ele e a namorada. decididos a entender quem são os ingleses no meio de tanta gente de outros lugares do mundo. Ele também tem outros projetos interessantes de documentários comportamentais em curso.
Ele também se garante com a marcenaria, ófício que sempre lhe deu prazer e lá rende uma grana. Isso entre um convite e outro para filmar festivais como o Glastonbury ou para fazer luz em algum clube que irradia música alternativa para o mundo, como o Neighbourhood. “È do Bem Watt, do Everything But The Girl. Fiz um dia de bobeira, a luz ao vivo para uns djs e era o cara quem estava tocando, gostou e me contratou”, contou ele. “O lugar é fresco e só tem gente famosa com suas garrafas de champagne”, conta sobre o lugar onde, há um ano, apareceu o vocalista do Blur para dar uma palhinha, curtiu o trabalho do curitibano e pagou os drinks. “Thanks, Damon”.
Agora, os próximos planos são ir para Polônia e Russia, de onde, com certeza, sairão novos documentários sempre com esse olhar de andarilho de Borges, que segue deixando pegadas fortes lá do outro lado e aqui. “São muitos projetos a vida ta boa, não dá mais pra reclamar’, diz.

Serviço
Para conhecer o trabalho de Marcelo Borges é só acessar:

http://www.youtube.com/profile?user=marceloborges

Um comentário:

ramiro disse...

grande Marcelinho, sorte lá! O cara é muito competente...
Ivan, já tem e-flyer da apresentação, se não tá no mais tem no blog...veja lá...
abs
ramiro